Sessões de Autópsia de Produtos: Dissecar é aprender

Sessões de Autópsia de Produtos: Dissecar é aprender

Como designers gostamos de ficar ligados nas últimas tendências. Uma forma de manter atualizados é observando como outros aplicam tecnologias de ponta para solucionar problemas de design e engenharia. Durante nossa Sessão de Autópsia de Produtos, que fazemos com certa regularidade, dissecamos produtos “falecidos”. O objetivo é ficar inspirado e obter conhecimento das análises para dar vida á inovações futuras dentro de nossos projetos.

4 julho 2016

Ver com próprios olhos

De origem grega, a palavra “Autópsia” significa “ver com seus próprios olhos” - e é justamente isso que temos em mente durante as sessões, onde câmeras digitais, impressoras, binóculos e notebooks são desmontados cautelosamente.

"Consertabilidade" & Sustentabilidade

Sustentabilidade é um fator importante no processo de desenvolvimento e tem um papel importante para a Spark e seus clientes. A facilidade de reparo de um produto, influencia no “footprint” total de um produto, por isso damos atenção extra para a “consertabilidade" dos produtos que desenvolvemos.

Dr. Ir. Bas Flipsen da iFixit; “Atualmente, a maioria dos produtos não são mais consertados pois é mais caro e complexo do que fornecer um produto novo, consequentemente gerando mais lixo para o mundo. A consequência disso é que designers e empresas começaram a dar menos importância a essa consertabilidade, uma má notícia para a nossa sociedade. Quando você desenvolver um produto que é mais fácil de consertar você aumenta a sustentabilidade.”  

Com as palavras de Bas em mente, tentamos descobrir soluções diferentes, inteligentes e inovadoras para aumentar a consertabilidade de produtos. Sparker Charlot: “Descobrimos que o defeito de uma impressora que abrimos foi causada por cause da uma jujuba velha que caiu nela, o que causou um mal funcionamento de uma dobradiça. Como a impressora foi projetada e montada de uma forma tão complexa, ficou quase impossível consertar a impressora com facilidade.”

Precisão Cirúrgica

Após de ter desmontado os produtos, e ter fotografado e filmado todo esse processo,  cada um apresentou suas conclusões para o grupo. Encerramos a sessão com um pequeno desafio: Tentar remontar os produtos desmontados e ver se voltariam a funcionar normalmente. Cliente da Spark, e Cirurgião Cardiovascular, Mark Vrancken Peeters participou da sessão de autópsia e resumiu sua experiência perfeitamente: “Estou acostumado com autópsias completamente diferentes! Aprendi que desmontar algo é muito mais fácil de que montá-lo.”